Defensoria tenta barrar o fim da isenção nos transportes

Nestes derradeiros dias em que ainda vigora a gratuidade nos transportes para pessoas entre 60 e 64 anos, é grande a expectativa para que a medida seja cancelada em definitivo.

Depois do Tribunal de Justiça ter cassado há 15 dias a liminar concedida à Associação dos Aposentados, desta vez a Defensoria Pública ingressou com ação civil pública na terça-feira (26) para que os bilhetes únicos especiais não sejam bloqueados.

O fim da isenção está programado para valer a partir de segunda-feira, dia 1.º de fevereiro, no sistema de ônibus municipais, nas linhas do metrô e de trens da CPTM. A decisão foi tomada em conjunto pelo prefeito Bruno Covas e João Dória, ambos do PSDB, às vésperas do Natal.

Na cidade, a base do governo Covas na Câmara Municipal aprovou o término da gratuidade com substitutivo em um projeto sobre novas atribuições da Secretaria das Subprefeituras. Na sequência, o governador também colocou fim ao benefício, mas por decreto. 

A ação agora é movida por seis defensores públicos de diferentes Núcleos Especializados. A principal justificativa é que os passageiros já haviam adquirido o direito à gratuidade antes da decisão de dezembro.

A Defensoria ainda cita o artigo 5º, da Constituição Federal no qual “a lei não prejudicará o direito adquirido, o ato jurídico perfeito e a coisa julgada”, que impede novas leis com efeitos retroativos.

Outras ações também marcaram a luta contra o corte. Nosso mandato, em conjunto com a bancada do PT, havia encaminhado requerimento para o prefeito solicitando esclarecimentos.

No documento, a Prefeitura é questionada se existe estudo de impacto social e financeiro no orçamento municipal deste ano para justificar da retirada deste benefício. E ainda se foi considerado o momento de crise sanitária e da precarização da condição financeira dos núcleos familiares para adotar tal medida neste momento.

A bancada também apresentou representação ao Ministério Público para barrar essa decisão.

Gostou do Conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkdin
Compartilhar no Whatsapp

Ou deixa um comentário pra Ju

© 2022 Juliana Cardoso | Todos Direitos Reservados – Desenvolvido por www.odas.com.br

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Clique aqui para ler a Política de Privacidade, ou no botão ao lado para continuar navegando.